Conselhos de Enfermagem e de Medicina debatem pautas comuns às profissões

Escrito por .

Reunião foi realizada na tarde de segunda-feira (12) na sede do Coren-PR;

A presidente do Coren/PR, Simone Peruzzo, recebeu na tarde de segunda-feira (12), na sede do Conselho, em Curitiba, o presidente do Conselho Regional de Medicina (CRM-PR), Roberto Yosida, e o conselheiro-gestor do Departamento de Fiscalização do Exercício Profissional (Defep), Carlos Roberto Naufel Junior. O encontro teve o objetivo de aproximar os conselhos na condução de pautas comuns, como em iniciativas educativas, de fiscalização e em ações voltadas à promoção da saúde, bem-estar e segurança aos profissionais nos ambientes de trabalho, além de melhorar as condições assistenciais à população. A PEC 108/2019, que propõe a mudança da natureza jurídica dos Conselhos, também esteve entre os temas analisados.

Na recepção aos representantes da área médica, a presidente do Coren-PR falou sobre características de composição do Conselho e do quadro diretor para mandato de três anos. Simone detalhou que atualmente o Coren/PR tem mais de 100 mil inscritos, entre enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem.

Temos um principal ponto em comum entre as duas profissões que é o assistir às pessoas. São profissões que compartilham os mesmos ambientes de trabalho e que enfrentam desafios semelhantes, apesar de características específicas de cada uma. Nosso maior desafio é ampliar nossa capacidade de capacitação do profissional inscrito para apoiar seu aperfeiçoamento a garantir melhores condições de trabalho e renda”, disse Simone.

A preocupação com a formação de profissionais, a exemplo do que ocorre na área médica, é grande na enfermagem, sobretudo com os riscos na expansão de ensino a distância e a precariedade de muitos centros formadores na área técnica. Como explicou a presidente do Coren, além da sede em Curitiba o órgão mantém subsedes em Londrina, Maringá e Cascavel. Em sua avaliação, os procedimentos éticos têm tido trâmite ágil, assim como tem sido importante termo de cooperação celebrado com a SESA no campo das fiscalizações.

A equipe do Coren destacou as ações de capacitação que vêm sendo desenvolvidas, como as Oficinas de Incontinências organizadas em conjunto com a Aben e o Projeto Fluir, que são itinerantes e envolvem um problema de elevada prevalência, mas pouco abordado no ensino da área. Assim, avaliaram de forma muito positiva a aproximação com o CRM-PR, que há vários anos desenvolve com exitoso programa de educação médica. Como explicou o presidente Roberto Yosida, são 715 eventos e mais de 70 mil participantes, com impacto na redução das denúncias éticas e visão mais clara das funções da autarquia, inclusive entre os estudantes.

Além das áreas educativas e de atualização de conhecimento, também ações conjuntas de fiscalização poderão ser avaliadas no futuro, como sugerido pelo Coren. O conselheiro-gestor do Defep, Carlos Roberto Naufel Junior, destacou que o Paraná responde por aproximadamente 20% de todo o volume de fiscalizações realizados pelos Conselhos de Medicina no país, demonstrando a prioridade na avaliação das condições seguras para a prática médica e qualidade na atenção à saúde da população.

Os representantes do CRM-PR foram recebidos pela presidente do Coren-PR, pela secretária Vera Rita da Maia; diretor executivo Maurício do Nascimento Bernardo; e assessora de comunicação Quitéria Neves Brevilheri; e ainda pela presidente da ABEN-PR, Denise Kletemberg. A proposta do encontro faz parte da iniciativa do CRM em estreitar o diálogo com as demais categorias e também organismos públicos, como Secretarias Estaduais da Saúde, Justiça e de Segurança Pública, OAB-PR e Conselhos de Odontologia, Farmácia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional.

Postado em Notícias

Imprimir